PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
9 meses

Réveillon: promotor é detido por atirar em caixa de som de vizinho em AL

Polícia é acionada após promotor de Justiça disparar contra caixa de som na casa do vizinho que celebrava Réveillon - Reprodução
Polícia é acionada após promotor de Justiça disparar contra caixa de som na casa do vizinho que celebrava Réveillon Imagem: Reprodução

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

01/01/2020 17h25Atualizada em 03/01/2020 11h20

O promotor de Justiça do Ministério Público Estadual Adriano Jorge Correia de Barros Lima foi detido em flagrante pela Polícia Militar de Alagoas e levado para a Central de Flagrantes 1 de Maceió após atirar contra uma caixa de som durante uma festa de Réveillon na casa de um vizinho. A arma foi apreendida, e o promotor liberado após o depoimento.

O caso ocorreu em um condomínio de luxo na parte alta de em Maceió. Uma suposta foto da caixa circula nas redes sociais e mostra oito perfurações.

Logo após o ocorrido, vizinhos acionaram a Polícia Militar, que deteve o suspeito.

Policiais que ouviram o promotor afirmaram que ele relatou incômodo com o barulho e disse que foi ignorado ao pedir que o volume fosse diminuído.

O fato foi registrado pela Polícia Civil, mas cabe ao Procurador-Geral de Justiça instaurar ou não investigação.

"Olhe aqui, a polícia em frente à casa do promotor, que deu oito tiros naquela casa ali. Inclusive, tinha uma senhora de 93 anos, sentada no sofá, um pouco atrás onde ele deu os disparos. Espero que ele seja levado e que a lei seja cumprida", disse uma mulher em um vídeo que circula nas redes sociais.

O promotor é coordenador do Caop (Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça), em Maceió. Procurado pela reportagem, ele afirmou que não vai se pronunciar sobre o assunto.

O Ministério Público Estadual informou que "não compactua com qualquer desvio de conduta e vai adotar as medidas legais cabíveis ao caso."

Cotidiano