PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
5 meses
Osasco decreta estado de calamidade após fortes chuvas na Grande São Paulo

O município registrou 160 milímetros de chuva, maior índice dos últimos sete anos - Reprodução/Twitter
O município registrou 160 milímetros de chuva, maior índice dos últimos sete anos Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

10/02/2020 18h24

A Prefeitura de Osasco, na Grande São Paulo, decretou hoje estado de calamidade por conta das fortes chuvas que afetam a capital e cidades vizinhas. desde a madrugada.

De acordo com a Defesa Civil, o município registrou 160 milímetros de chuva, maior índice dos últimos sete anos. Por conta do temporal, o Rio Tietê transbordou e agravou as inundações.

Para conter os danos à população, a prefeitura informou que criou um Gabinete de Risco no Centro de Operações Integradas — o grupo é formado pelo prefeito Rogério Lins, secretários municipais, representantes da Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, de Obras e Serviços, Assistência Social e Fundo Social de Solidariedade.

Segundo a prefeitura, Osasco registrou hoje sete ocorrências, envolvendo solicitações à Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros.

Três famílias ficaram desabrigadas e outras 81 estão em áreas de risco — a prefeitura organizou distribuição de alimentos, roupas e colchões, além de atendimento emergencial por órgãos de serviço social e habitacional.

A Defesa Civil publicou, durante a tarde, fotos do deslizamento ocorrido no bairro Portal d'Oeste. Veja:

Cotidiano