PUBLICIDADE
Topo

CE: Governador pede a Moro apoio de tropas federais para reforçar segurança

Camilo Santana (PT), governador do Ceará, faz pronunciamento sobre segurança pública no estado - Reprodução/YouTube
Camilo Santana (PT), governador do Ceará, faz pronunciamento sobre segurança pública no estado Imagem: Reprodução/YouTube

Do UOL, em São Paulo

19/02/2020 15h09

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), afirmou hoje que pediu ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e ao ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, apoio das tropas federais para reforçar a segurança no estado.

Em pronunciamento, o governador afirmou que grupos de mascarados estão praticando atos de vandalismo e prejudicando a segurança do estado. Ontem e hoje, alguns batalhões da Polícia Militar tiveram viaturas oficiais roubadas ou pneus rasgados com facas.

Segundo o Santana, policiais e esposas de policiais estariam entre os envolvidos nesses atos. "Ações essas com o objetivo único de prejudicar a segurança das famílias cearenses e espalhar pânico na população, reforçadas por uma série de fake news, numa espécie de guerra psicológica nas redes sociais", afirmou.

O estado vive uma crise na segurança pública em meio a uma negociação de reajuste salarial entre representantes dos policiais e o governo estadual.

Em seu pronunciamento, o governador do Ceará disse que, por trás desses ataques, há interesses de pequenos grupos que têm o interesse de se projetar politicamente em ano eleitoral.

"Preservaremos e valorizaremos sempre os bons policiais, a imensa maioria da tropa, mas aos infratores que violam a lei, realizam motins, a minha determinação é para que sejam submetidos a todas as punições previstas em lei", declarou.

Ouça o podcast Ficha Criminal, com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil. Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Cotidiano