PUBLICIDADE
Topo

Babá é presa suspeita de tentar matar uma criança de 3 anos em Minas Gerais

Remédios foram apreendidos na residência da babá - Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais
Remédios foram apreendidos na residência da babá Imagem: Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais

Daniela Mallmann

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

20/02/2020 17h48

Uma babá de 43 anos, identificado como Leticia Diz Ramos Queiroz Leoni, foi presa ontem suspeita de tentativa de homicídio de uma criança de 3 anos, em Belo Horizonte.

Segundo a policia, a mãe da criança teria flagrado a babá pingando um medicamento no suco do filho, quando questionado ela teria dito que era um fitoterápico, mas a mãe conseguiu pegar o frasco e viu que era clonazepam, um medicamento utilizado para epilepsia e ansiedade. A outra filha, de apenas dois anos, também teria ingerido a substância.

"A mãe falou que a outra filha dela já estava passando mal desde o dia anterior, que ela tomou o medicamento dado pela babá", informou a delegada Renata Ribeiro.

Leticia Diz Ramos Queiroz Leoni,  de 43 anos - Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais
Leticia Diz Ramos Queiroz Leoni, de 43 anos
Imagem: Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais

Ainda segundo a delegada, assim que a mãe percebeu o que estava acontecendo acionou o Samu. A criança foi levada para o hospital, atendida e já está recuperada. Segundo os médicos, a ação rápida da mãe auxiliou no atendimento.

"O Samu informou que foi muito bom ela ter acionado o atendimento rápido porque esse medicamento poderia ter causado danos irreversíveis e até a morte da criança", completou a delegada. Na residência da suspeita, foram arrecadados vários medicamentos.

A polícia está divulgando a foto da mulher para que possíveis vítimas possam identificar e procurar as autoridades. Ela será indiciada por tentativa de homicídio com dolo eventual.

Cotidiano