PUBLICIDADE
Topo

Desembarque de tripulantes de navio em quarentena em Santos é adiado

O navio Costa Fascinosa atracado no porto de Santos desde meados de março - Reprodução
O navio Costa Fascinosa atracado no porto de Santos desde meados de março Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

27/04/2020 15h15

Chegou ao fim hoje a quarentena do navio Costa Fascionsa, atracado no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, desde o dia 15 de março por apresentar casos do novo coronavírus entre os tripulantes. No entanto, o desembarque das 452 pessoas a bordo foi adiado.

Segundo a Anvisa informou em nota, o adiamento deve-se a questões de logística. De acordo com o órgão, são necessários os fretamentos de ônibus e aviões para levar tripulantes ao aeroporto e aos seis países de origem, o que só deve começar a ser feito amanhã.

Além disso, a Anvisa disse que há protocolos a serem cumpridos, como examinar cada um dos tripulantes antes que eles deixem o navio da companhia italiana Costa Cruzeiros. Uma nova data para o desembarque não foi informada.

O navio atracou em Santos com mais de 700 tripulantes, sendo mais de 70 brasileiros, que foram os primeiros a serem liberados, seguidos de passageiros filipinos.

Ao todo, 29 pessoas que estavam a bordo apresentaram sintomas da covid-19, sendo que 10 precisaram ser transferidas para hospitais e três morreram. A terceira morte foi comunicada ontem, mas ocorreu na última sexta-feira.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no texto o navio não leva passageiros, apenas tripulantes. A informação já foi corrigida.

Coronavírus