PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
2 meses

Criança de cinco anos morre ao cair do 9º andar de prédio em Recife

Prédio localizado em Recife - Reprodução/Google Maps
Prédio localizado em Recife Imagem: Reprodução/Google Maps

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

02/06/2020 20h05

Um menino de cinco anos morreu ao cair do 9º andar da sacada de um prédio do condomínio Pier Maurício de Nassau, localizado no bairro São José, área central de Recife, na tarde de hoje. A criança é filha de uma empregada doméstica que trabalhava em um apartamento de um dos prédios e teria saído sozinha pelo edifício quando caiu de uma área comum do 9º andar, de uma altura de 35 metros.

A suspeita é de acidente, segundo a perícia do Instituto de Criminalística. A grade do guarda-corpo do prédio ficou com marcas, sugerindo que o menino subiu no local, e a barra quebrou com o peso da criança. A sacada da área comum não tinha tela de proteção.

A Polícia Civil investiga as circunstâncias que levaram o menino a sair do apartamento sozinho e ir até o 9º andar, onde ocorreu a queda. A polícia não informou quem encontrou a criança caída no térreo do prédio e como a mãe dela foi avisada do ocorrido.

Duas equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegaram ao local, mas a criança já tinha sido retirada do local. O acionamento do socorro ocorreu às 13h23 e, segundo o Samu, equipes de motolância e uma Unidade de Suporte Avançado chegaram às 13h28 ao local. Entretanto, a vítima foi socorrida por um médico que mora no condomínio, mas morreu a caminho do hospital da Restauração, localizado no bairro do Derby.

A Polícia Militar informou que recebeu chamado às 13h e que policiais militares do 16º Batalhão chegaram ao local pouco tempo depois. Eles isolaram a área até a chegada de peritos do Instituto de Criminalista.

"Uma empregada doméstica, mãe da criança, e um médico, morador do edifício, socorreram a criança para o hospital da Restauração, mas o garoto veio a falecer", informou a PM.

A perícia recolheu imagens de câmeras do circuito interno do prédio. As imagens mostraram o menino saindo sozinho do 5º andar pelo elevador do prédio e chegando ao 9º andar. No local há uma sacada sem tela.

Segundo os peritos, a grade do guarda-corpo é de alumínio e ficou com uma das barras quebradas, na altura da criança, sugerindo que ela escalou o equipamento e acabou caindo. O local em que a criança estava não é de frequente circulação de moradores.

A Polícia Civil investiga o que levou o menino até o local. A polícia não sabe se a criança estava sozinha no apartamento quando saiu sozinha para o 9º andar. As investigações serão coordenadas pelo delegado Ramón Teixeira, da Delegacia Seccional de Santo Amaro, que abrange o bairro São José.

O UOL tentou localizar a família da criança, na noite de hoje, mas não conseguiu.

Cotidiano