PUBLICIDADE
Topo

Votorantim: Promotor diz que shopping dividido é absurdo e pede explicações

Shopping na divisa entre Sorocaba (SP) e Votorantim (SP) fica "meio aberto" com flexibilização - Reprodução/TV Globo
Shopping na divisa entre Sorocaba (SP) e Votorantim (SP) fica "meio aberto" com flexibilização Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

24/06/2020 15h34

O promotor Luiz Alberto Meirelles Szikora, da cidade de Votorantim (SP), divulgou hoje uma nota de esclarecimento para pedir explicações sobre o funcionamento de um shopping center localizado na divisa do município com a vizinha Sorocaba.

Como as duas cidades estão em fases diferentes de flexibilização das medidas de isolamento contra a pandemia do novo coronavírus, o estabelecimento reabriu apenas parcialmente no início da semana: as lojas do lado de Sorocaba estão fechadas, enquanto as lojas em Votorantim foram abertas.

Na nota, divulgada pelo Ministério Público de São Paulo, o promotor classificou a situação como "absurda e icônica", "por retratar a absoluta incongruência entre as posturas adotadas, atualmente, pelos municípios de Votorantim e de Sorocaba, em relação às medidas de isolamento e de distanciamento social (...)".

"Vale lembrar que os dois municípios formam um grande maciço urbanizado (conurbação), de modo que, em muitos locais, basta atravessar uma rua ou uma avenida ou seguir por mais alguns metros numa via pública, para sair do território de um município e adentrar no território de outro", acrescenta o texto.

Na nota, a Promotoria de Justiça de Votorantim pede "uma solução única, que abranja todos os estabelecimentos situados no território do município de Votorantim, para resolver a divergência de posturas adotadas, atualmente, entre os referidos municípios, em relação às medidas de isolamento e de distanciamento social". Segundo o texto, as medidas devem ser compatíveis e uniformes nas duas cidades.

Ainda no documento, o promotor anunciou ter enviado um ofício ontem à Prefeitura de Votorantim para pedir informações. A partir daí, deverá determinar providências cabíveis, "especialmente se o Município de Votorantim continuar a adotar medidas menos rígidas de isolamento e de distanciamento social".

Coronavírus