PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Em cidade de SP com 3 mortos por covid-19, um deles é o prefeito de 35 anos

O prefeito de Santo Antônio do Aracanguá, Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues, de 35 anos, morreu hoje vítima de covid-19 - Divulgação/Prefeitura de Santo Antônio do Aracanguá
O prefeito de Santo Antônio do Aracanguá, Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues, de 35 anos, morreu hoje vítima de covid-19 Imagem: Divulgação/Prefeitura de Santo Antônio do Aracanguá

Simone Machado

Colaboração para o UOL, em São José do Rio Preto

26/06/2020 19h41

Com apenas 8 mil habitantes, a cidade de Santo Antônio do Aracanguá, no interior de São Paulo, já registrou três mortes e 41 casos do novo coronavírus. Entre os mortos, está o prefeito Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues, de 35 anos. Ele morreu na tarde de hoje, depois de permanecer 24 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Segundo informações da prefeitura, Rodrigo começou a passar mal no final de maio, tendo dores no corpo. Ele não tinha febre e falta de ar. A princípio suspeitou-se que ele estava com dengue, mas os exames deram negativo para a doença.

Ainda segundo o município, no dia 30 de maio, o prefeito procurou atendimento médico em um hospital da cidade e foi constatada uma leve pneumonia. Ele teria sido medicado e retornado para casa. Sem apresentar melhoras após três dias, Rodrigo voltou a buscar atendimento médico, desta vez na cidade vizinha Araçatuba, onde foi internado.

De acordo com o hospital Unimed, o prefeito deu entrada na unidade no dia 2 de junho com suspeita da doença. A confirmação de covid-19 saiu três dias depois. Desde a internação, o estado de saúde do prefeito, que tinha diabetes, era grave. Ele estava intubado e respirava com auxílio de aparelhos, mas não resistiu e morreu na tarde de hoje.

Com a morte de Rodrigo, o vice-prefeito Roberto Doná (PSDB) tomará posse. O político já havia assumido o comando da prefeitura no último dia 10 devido ao afastamento do prefeito para realizar o tratamento de saúde.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que constava nesta nota, Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues era prefeito, e não parlamentar. A informação foi corrigida.

Cotidiano