PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias
Empresária faz festa para celebrar a cura da covid-19 na PB e é criticada

Colaboração para o UOL, em João Pessoa (PB)

29/09/2020 12h12

Uma festa para comemorar a cura da covid-19, realizada no sábado (26), em Cabedelo, Região Metropolitana de João Pessoa (PB), foi alvo de críticas nas redes sociais. A dona da festa, a empresária do ramo de eventos, Jéssica Gambarra, afirmou em entrevista ao UOL que recebeu muitas mensagens negativas, mas defende que a festa foi um sucesso e até já fechou contratos com o formato realizado.

Jéssica, de 27 anos, disse que foi diagnosticada com covid-19 em agosto, e que ficou doente por cerca de 20 dias. Ela não chegou a ser internada, mas recebeu acompanhamento médico diário em casa.

A empresária disse acreditar que foi infectada pelo filho de dois anos, que apresentou apenas um quadro de diarreia, e teve diagnóstico confirmado para a doença dias depois.

empresária - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Empresária faz festa para celebrar a cura da covid-19 na PB e é criticada
Imagem: Arquivo Pessoal

"Quando eu adoeci, e eu fiquei mal, disse que faria uma festa para celebrar a minha vitória, a minha vida. Não foi uma festa irresponsável, seguimos vários protocolos de segurança e os convidados foram alertados sobre a necessidade de cumprir as regras como o uso da máscara, aferição de temperatura na chegada e uso do álcool em gel", afirmou a empresária.

Em vídeos postados em suas redes sociais, Jéssica mostra todo o ambiente da festa, realizada na areia da praia. Na chegada, os convidados tiveram, primeiro, a temperatura verificada, para só então terem a entrada liberada. Segundo Jéssica, foram convidadas aproximadamente 100 pessoas. O buffet serviu porções individuais, em embalagens descartáveis.

"Quando enviei os convites, mandei junto uma cartilha de orientação, na qual explicava passo a passo como seria a festa e os cuidados que todos deveriam tomar para que a segurança fosse garantida aos presentes", explicou Jéssica. Dentre as orientações estavam o uso do álcool em gel sempre que necessário, o uso da máscara e o distanciamento social.

festa - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Jéssica Gambarro postou os "protocolos" de segurança do evento
Imagem: Reprodução/Instagram

Ainda de acordo com a empresária, as mesas ficaram a 2 metros de distância e sacos plásticos foram entregues para os convidados colocarem as máscaras durante o consumo de alimentos e bebidas. "Todos também receberam pulseiras com álcool em gel", frisou a empresária.

Ela informou que cada convidado levou dois quilos de alimentos não perecíveis que serão doados para uma instituição de caridade em João Pessoa. Segundo Jéssica, que também promove feiras de noivas, nenhum convidado, até o momento, relatou queixas relativas aos sintomas da covid-19. "Foi uma festa com responsabilidade, e acredito que se teve alguém convidado do grupo de risco, a pessoa achou melhor se resguardar e não comparecer".

Críticas nas redes sociais

Logo que anunciou a festa em seu perfil nas redes sociais, Jéssica começou a receber críticas. Segundo ela, algumas muito pesadas, do tipo 'é bom que você e sua família morram', 'Que os seus convidados peguem covid', 'Você não tem empatia com o próximo', 'Você é uma pessoa fútil'. Em um dia, ela aumentou em 10 mil o número de seguidores no Instagram.

A empresária disse que se sentiu triste e angustiada pelas críticas recebidas, mas que a forma como a festa foi realizada acabou gerando elogios e que ela até já fechou contratos para a realização de outros eventos no mesmo formato.

"A minha festa tinha uma equipe bem preparada para lidar com essa situação da covid, trabalhamos com responsabilidade, oferecendo segurança aos convidados, e até já fechamos uma outra festa nesse mesmo formato", comemorou.

Segundo o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado ontem, a Paraíba tem 119.987 casos confirmados de covid-19 e 2.804 mortes.

Cotidiano