PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
MG: homem que matou marido da amante por R$ 50 e um celular é condenado

Getty Images
Imagem: Getty Images

Juliana Siqueira

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

23/11/2020 21h41

Foi condenado hoje o homem responsável por matar o marido da amante, a mando dela, por R$ 50 e um celular. O crime ocorreu em julho do ano passado, em Belo Horizonte (MG), e teria como motivação um seguro de vida de R$ 30 mil e uma casa, que valia cerca de R$ 300 mil.

A mulher, que era dona de casa, também vai responder pelo crime, mas o julgamento dela ainda não está marcado, conforme informações do TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais).

Para que o homicídio fosse colocado em prática, a esposa da vítima, na época com 37 anos, teria preparado uma emboscada. Por volta das dez horas da manhã do dia do crime, ela ligou para o marido, que estava trabalhando e era eletricista, e afirmou que estava passando mal e precisava ser conduzida ao hospital rapidamente. O homem atendeu ao pedido e voltou para casa.

Chegando em sua residência, a vítima encontrou, além do amante de 18 anos, outros dois criminosos não identificados. A dupla também teria recebido pagamento da mulher, que não estava no local na hora do homicídio, para cometer o crime.

O marido, de 32 anos, foi morto de forma bastante violenta. Além de ter sido golpeado na cabeça, também foi esfaqueado. Quando o corpo foi encontrado, os pés e as mãos estavam amarrados e havia um saco plástico envolvendo a cabeça dele.

Ainda de acordo com as informações do TJMG, o homem foi condenado pelo júri popular por homicídio qualificado, com uso de tortura, mediante emboscada e promessa de recompensa. Ele, que deverá cumprir 18 anos de prisão, foi julgado no 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte.

Cotidiano