PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

PM diz que prendeu homem que matou policial durante assalto no RJ

O cabo Derinaldo Cardoso dos Santos, 34, foi baleado à queima-roupa e não resistiu - Reprodução/Redes sociais
O cabo Derinaldo Cardoso dos Santos, 34, foi baleado à queima-roupa e não resistiu Imagem: Reprodução/Redes sociais

Do UOL, em Brasília

06/12/2020 18h37Atualizada em 07/12/2020 08h37

A PM (Polícia Militar) do Rio de Janeiro informou na tarde deste domingo (6) que prendeu o homem que assassinou o cabo Derinaldo Cardoso dos Santos com um tiro à queima-roupa na cabeça. O caso ocorreu na última sexta-feira (4), em uma loja em Mesquita, na Baixada Fluminense.

Além do suspeito, a PM informou que prendeu outro homem na ação. Ele teria dado cobertura para o roubo da loja. Derinaldo Cardoso dos Santos deixa esposa e dois filhos.

Imagens da câmera de segurança da loja que estava sendo roubada mostram como o assaltante se escondeu atrás de mercadorias antes de balear o PM e fugir.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que o oficial do 20º BPM foi socorrido logo depois do disparo e levado ao Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas faleceu. O sepultamento ocorreu ontem (5), às 16h, no Cemitério Jardim da Saudade em Sulacap.

Uma outra pessoa que estava na loja também foi ferida na ação criminosa e levada ao mesmo hospital.

Ainda segundo a PM, na fuga, os criminosos roubaram um veículo da Prefeitura de Mesquita e fizeram como reféns os ocupantes do carro.

Posteriormente, os reféns foram liberados e o veículo abandonado na Avenida Brasil, altura do bairro Realengo. Ainda nas proximidades do estabelecimento em Mesquita, um indivíduo foi detido e conduzido para a 54ª DP.

Cotidiano