PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Ex-vereador morre eletrocutado após acidente em sítio no interior de MG

Polícia suspeita que Valter Capuchinho tenha se desequilibrado e agarrado fio elétrico para tentar evitar cair na água - Reprodução
Polícia suspeita que Valter Capuchinho tenha se desequilibrado e agarrado fio elétrico para tentar evitar cair na água Imagem: Reprodução

Júlia V. Kurtz

Colaboração para o UOL, em Aratiba (RS)

07/01/2021 15h40

Um homem morreu eletrocutado ao fazer a manutenção em uma bomba d'água em Taiobeiras (MG), cidade a cerca de 650 km de Belo Horizonte. O comerciante Valter Capuchinho, de 67 anos, era ex-vereador do município e estava sozinho em seu sítio quando ocorreu o acidente, registrado na noite de ontem.

A vítima costumava visitar a propriedade com frequência, acompanhado da esposa, mas estava sozinho naquele dia. De acordo com a Polícia Militar, o corpo foi localizado por um dos filhos de Capuchinho no início da noite.

Segundo o registro, o filho disse que conversara com o pai pela última vez perto das 17h, pelo celular. Depois, como o comerciante demorou para voltar, decidiu ir até o sítio para encontrá-lo.

Capuchinho foi localizado submerso no rio, apenas com os braços para fora e segurando um fio elétrico. A polícia suspeita que ele se desequilibrou e agarrou a fiação para não cair na água.

O corpo foi resgatado pelo Samu e encaminhado ao IML de Montes Claros. A Prefeitura de Taiobeiras decretou luto oficial de três dias e o velório está marcado para a tarde de hoje, às 17h, na Câmara de Vereadores do município.

Valter Capuchinho foi vereador e presidente da Câmara. A atual ocupante do cargo, a vereadora Belinha Pereira, é prima da vítima. "Não tenho palavras para expressar o que sinto, mais que um primo, eu perdi um amigo", disse.

Cotidiano