PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

MG: Homem contratava jovens babás por meio de app e as estuprava, diz PM

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Daniela Mallmann

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte (MG)

15/01/2021 21h11

Um homem de 20 anos foi preso ontem pela Polícia Civil de Minas Gerais suspeito de estuprar pelo menos duas jovens na capital Belo Horizonte.

Segundo a investigação, o suspeito agia sempre da mesma forma: ele contratava o serviço de babá por meio de um aplicativo, assim conseguia escolher as vítimas.

Depois de contatá-las, ele solicitava um carro que as levaria até a casa onde prestariam o serviço.

"No decorrer do caminho, ele falava com as vítimas que seria feita uma parada no trajeto e um primo dele, que também iria para o mesmo local, entraria no carro para acompanhar até a casa. Na verdade, não é um primo, é o próprio autor", explicou a delegada Isabella Franca.

Chegando ao local, o suspeito levava as vítimas para uma mata, onde praticava o crime. Segundo a delegada ele amarrava as vítimas pelos braços com a blusa que elas usavam e cometia a violência sexual. Depois do crime, ele deixava as vítimas no local e saia a pé.

A delegada confirmou que até o momento, uma adolescente, de 15 anos, e uma jovem, de 18, foram identificadas como vítimas, mas segundo ela o número pode ser maior.

"Podem existir outras meninas violentadas por ele, mas que ainda não procuraram a polícia para fazer o registro da ocorrência", declarou Franca.

O investigado não tem antecedentes criminais, é casado e tem dois filhos. Ele confessou o crime e segundo a polícia, não demonstrou arrependimento.

"Ele possivelmente praticaria outros crimes caso não fosse preso. E uma informação importante é que ele fala que, como as meninas eram virgens — perguntou isso antes de cometer o ato —, ele praticou sexo anal e oral", concluiu a delegada.

Cotidiano