PUBLICIDADE
Topo

Segurança pública

Conteúdo publicado há
1 mês

MP denuncia PMs pela morte de jovens após abordagem na Baixada Fluminense

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL

27/01/2021 09h37

Os dois policiais militares acusados de matarem dois jovens negros em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, após abordá-los em uma moto, foram denunciados pelo Ministério Público do Rio por dois homicídios qualificados.

O soldado Jorge Luiz Custódio e Julio Cesar Ferreira dos Santos aguardam a apreciação da Justiça sobre o caso. O processo está em segredo de Justiça.

Os dois PMs foram presos no dia 13 de dezembro. Eles foram flagrados por uma câmera de segurança da região atirando em dois jovens que acessaram a Rua Margem Esquerda, no bairro Vila Medeiros, em uma moto. Aparentemente, não houve motivo para a realização dos disparos.

As imagens mostram ainda que, após os tiros, os jovens caíram da moto. Um deles foi chutado no chão e arrastado pelos braços para o meio fio. O outro rastejou até o mesmo local.

Uma outra câmera mostra ainda os jovens sentados na calçada. Um dos PMs bate com o cabo do fuzil na cabeça de um deles. Depois, as vítimas foram colocadas dentro do carro da corporação e foram encontradas mortas.

Segundo laudo de necropsia, os dois jovens morreram vítimas de arma de fogo. Jhordan Luiz Natividade, de 17 anos, foi atingido por três disparos no tórax e no abdômen, que acertaram o coração e um dos pulmões. Já Edson Arguinez Júnior, 20, levou dois tiros na cabeça.

O UOL ainda não localizou a defesa dos policiais militares.

Segurança pública