PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Trabalhador 'esquece' EPI e morre ao cair do 8º andar de prédio no PI

Funcionários logo após o acidente de Airton Fernandes, em obra de prédio em Teresina - Reprodução
Funcionários logo após o acidente de Airton Fernandes, em obra de prédio em Teresina Imagem: Reprodução

Aliny Gama

Colaboração para o UOL

13/04/2021 22h29Atualizada em 13/04/2021 22h29

Um técnico de refrigeração, de 37 anos, morreu ao se desequilibrar e cair do 8º andar de um prédio, na tarde de hoje, durante a instalação de aparelhos de ar-condicionado em um condomínio em construção em Teresina, no Piauí.

Segundo a perícia, o trabalhador "esqueceu" de colocar o cinto de segurança, que é item obrigatório de EPI (Equipamento de Proteção Individual) e poderia ter evitado a queda.

O homem, identificado pela perícia criminal como Airton Fernandes da Silva, estava usando capacete e botas no momento do acidente.

Os outros EPIs foram encontrados no veículo usado pela vítima para ir ao trabalho.

O acidente ocorreu em uma das torres em construção do condomínio Acqua Blue Residence Club, localizado na avenida dos Expedicionários, no bairro Recanto das Palmeiras, na zona leste da capital.

O trabalhador estava em cima de andaimes na área externa da construção quando caiu. Testemunhas relataram à polícia que a vítima escorregou ao se movimentar no andaime. O técnico de refrigeração morreu no local da queda, antes da chegada de socorro.

A construtora Rivello, responsável pela obra, afirmou que Airton trabalhava de forma terceirizada, por meio de uma empresa que presta serviço na limpeza e instalação de aparelhos de ar-condicionado, mas informou que está prestando auxílio à família da vítima.

A Polícia Militar isolou o local até a chegada da perícia criminal. As causas da queda são investigadas em inquérito instaurado pela Polícia Civil.

Inicialmente, a queda do trabalhador é tratada como acidental, segundo peritos.

Após a perícia, o corpo do técnico em refrigeração foi levado para necropsia no Instituto de Medicina Legal de Teresina. Não há informações sobre o velório e enterro da vítima.

Cotidiano