PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Avião com 30 brasileiros deportados dos EUA pousa em Belo Horizonte

É o primeiro voo que traz brasileiros deportados desde que Joe Biden assumiu a presidência dos EUA - Reprodução/GloboNews
É o primeiro voo que traz brasileiros deportados desde que Joe Biden assumiu a presidência dos EUA Imagem: Reprodução/GloboNews

Do UOL, em São Paulo

21/05/2021 18h19Atualizada em 21/05/2021 18h30

Um avião trazendo 30 brasileiros deportados dos Estados Unidos pousou hoje à tarde no Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte (MG). De acordo com informações da GloboNews, a maioria deles tem entre 20 e 40 anos e mora no leste de Minas. Todos eles, segundo o governo americano, foram detidos após entrarem de forma ilegal no país.

É o primeiro voo que traz brasileiros deportados desde que o democrata Joe Biden assumiu a presidência dos EUA, em janeiro deste ano. A expectativa inicial era de que 106 pessoas chegassem à BH, mas, por ora, foram apenas 30.

A deportação dos brasileiros acontece quatro meses após Biden enviar ao Congresso americano uma proposta de reforma das leis de imigração. Se aprovada, a mudança permitirá ao governo implementar ações de regularização da condição de milhões de imigrantes que vivem sem documentos no país.

A política de deportação dos EUA começou a ser intensificada em 2019 pelo então presidente Donald Trump, que endureceu a legislação contra imigrantes ilegais. Em nota divulgada na quarta-feira (19), o Ministério das Relações Exteriores do Brasil disse estar ciente do retorno dos brasileiros e reforçou que o processo "ocorre integralmente sob as leis e a jurisdição soberana dos EUA".

Leia, na íntegra, a manifestação do Itamaraty:

Está prevista para o dia 21 de maio a chegada, a Belo Horizonte, de voo fretado pelo governo dos Estados Unidos, com 106 [sic] cidadãos brasileiros deportados daquele país.

O processo de deportação ocorre integralmente sob as leis e a jurisdição soberana dos Estados Unidos. A definição da forma da deportação — por meio de voos comerciais ou fretados — se vincula a questões logísticas concernentes à operação.

O governo brasileiro foi notificado do voo e acompanha os desdobramentos, com vistas a assegurar que aos cidadãos brasileiros deportados seja estendido tratamento digno.

Os nacionais que retornam ao Brasil neste voo se encontram detidos, com ordem definitiva de deportação contra si, portanto sem perspectiva de recuperarem a liberdade nos Estados Unidos. Em sua maioria, estão longe de familiares.

A realização do voo tem como objetivo primário reduzir, para esses cidadãos, o tempo de permanência em centros de detenção nos Estados Unidos, em particular no atual contexto da pandemia da covid-19.

As repartições consulares brasileiras nos Estados Unidos seguem prestando toda a assistência consular cabível aos cidadãos brasileiros ainda detidos naquele país.

(Com Agência Brasil)

Cotidiano