PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Escola em Terra Indígena Xakriabá pega fogo em MG

Imagens do incêndio na Terra Indígena Xakriaba foram reproduzidas nas redes sociais - REPRODUÇÃO
Imagens do incêndio na Terra Indígena Xakriaba foram reproduzidas nas redes sociais Imagem: REPRODUÇÃO

Do UOL, em São Paulo

24/06/2021 19h01

Uma escola na Terra Indígena Xakriabá, pegou fogo na madrugada desta quinta-feira. O território, de 46 mil hectares, fica localizado entre os municípios de São João das Missões e Itacarambi, no norte do estado.

Segundo a Polícia Federal, as circunstâncias do incêndio, que atingiu também a Casa de Medicina da Aldeia Barreiro Preto, ainda são desconhecidas. Ninguém se feriu. Os agentes de Montes Claros foram designados para a investigação.

Nas redes sociais, lideranças indígenas e ativistas compartilharam vídeos e relatos sobre o incêndio, relacionando com o protesto realizado ontem na BR-135, que liga São João das Missões e Manga, contra o PL 490.

"Toda comunidade escolar que sabe o quanto significa [a escola] está profundamente triste, em clima de velório. Podem nos perguntar, mas morreu alguém? E quem disse que em partes não sentimos assim, porque o que fizeram foi colocar fogo na história e trajetória da vida de cada um", escreveu a líder Célia Xakriába nas redes sociais.

"Estamos vivendo em cortina de fumaça, os direitos Indígenas sendo saqueados, ontem acabaram de votar PL 490 que anula a Demarcação dos Territórios Indígenas. Já não basta cenário de guerra, precisa provocar outras guerras?", completou.

O Projeto de Lei prevê a criação de um "marco temporal" que determina que as terras tradicionalmente indígenas são as ocupadas ou usadas para atividades produtivas por essa população em 5 de outubro de 1998, data de promulgação da Constituição.

Cotidiano