PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Nota de R$ 420 usada em golpe era brinde de loja de roupas paulista

Loja de roupas produziu notas de R$420 em uma ação de marketing no ano passado - Reprodução/ Chronic
Loja de roupas produziu notas de R$420 em uma ação de marketing no ano passado Imagem: Reprodução/ Chronic

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/08/2021 22h50Atualizada em 03/08/2021 10h25

A nota de R$ 420 usada por um golpista em Unaí (MG) para enganar um idoso de 75 anos, na semana passada, foi impressa como brinde de uma loja de roupas. A cédula foi usada em uma ação de marketing da marca paulista Chronic, que aborda temas como a descriminalização da maconha.

A nota usada por um rapaz de 24 anos para aplicar o golpe foi lançada pela empresa em outubro do ano passado. A cédula falsa traz desenhos de bicho-preguiça e de folhas de maconha. Além do valor de R$ 420, número que é associado ao consumo de cannabis (4:20).

Nas redes sociais, a empresa responsável pela criação negou que tenha produzido notas falsas, justificando que não existem cédulas oficiais no valor de R$ 420 e acrescentou que vai ressarcir o idoso que acreditou que a nota era verdadeira.

"Infelizmente, alguém foi lesado por esse ato de má-fé e nós daremos um jeito nisso. Entramos em contato com a família do senhor e vamos ressarci-lo com R$ 420, uma caixa de produtos e, claro, um plaquê com as verdinhas [notas criadas pela empresa]. No mais, continuaremos utilizando a arte para chocar e trazer reflexão", diz a nota oficial da Chronic.


O golpe

Um jovem de 24 anos pagou uma dívida de R$ 100 com uma nota de R$ 420. A pessoa que recebeu o pagamento, um idoso de 75 anos, acabou devolvendo o troco, no valor de R$ 320, em Unaí (MG).

A Polícia Militar foi avisada sobre o caso e foi até a casa do idoso. Ao perceber que se tratava de uma nota falsa, localizaram o suspeito, que foi preso em flagrante. Na casa dele foi encontrado um pé de maconha.

O caso segue em investigação, mas, segundo a polícia, o suspeito também tem ligação com tráfico de drogas.

Cotidiano