PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Cabeça de frango empanada e barata: 8 vezes que tentar comer foi um horror

Alimentos com insetos ou partes de animais não consumidas usualmente provocaram decepção em clientes - Reprodução/ Redes sociais/ Twitter @jliapenha
Alimentos com insetos ou partes de animais não consumidas usualmente provocaram decepção em clientes Imagem: Reprodução/ Redes sociais/ Twitter @jliapenha

Do UOL, em São Paulo

14/01/2022 20h09Atualizada em 14/01/2022 20h09

Imagina estar com uma vontade enorme de comer aquele lanche tão esperado já que, por falta de tempo ou outro motivo, você não pôde se preparar para um almoço, e quando você receber seu pedido se deparar com uma cabeça de frango empanada? Acredite se quiser, isso aconteceu de verdade no último mês com uma cliente do KFC no Reino Unido.

Histórias como essa causam certo furor. Nesta semana, aqui no Brasil, o caso da jovem Izabela Amorim chamou atenção: ela descobriu da pior maneira que o hambúrguer comprado em um supermercado de Santos (SP) apresentou na embalagem vencimento em 2012. Veja a seguir mais detalhes e histórias de pessoas que também tiveram decepções nojentas com alimentos.

1. 'Gosto estranho'

A auxiliar de veterinária Izabela Amorim, de 21 anos, teve uma noite frustrante ao preparar hambúrgueres e provar alguns deles. "Logo após ingerir alguns pedaços, eu senti um gosto estranho. Então fui conferir a validade e vi que estava 2012. Na hora não acreditei e fui perguntar aos meus familiares, e todos confirmaram que era 2012. Não tinha cheiro ruim, mas estava se desfazendo. Eu acreditei que fosse devido ao calor, por estar descongelando", disse ela ao UOL.

Izabela havia comprado os produtos na última segunda-feira (10) em uma unidade do supermercado Dia em Santos, no litoral de São Paulo. Imediatamente ela tentou contato com o SAC do supermercado, mas devido ao horário ele estava indisponível. Ela afirma que formalizou denúncia no Procon e no dia seguinte falou com o Dia, que teriam dito que iria até a casa dela. Ao UOL, a assessoria do supermercado disse que segue todas as regras de controle sanitário, lamentou o ocorrido e disse que está apurando o caso.

foto 1 - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Ao observar a data de validade na embalagem do produto, Izabela descobriu que o hambúrguer estava vencido há 10 anos
Imagem: Arquivo Pessoal

2. Frango ou toalha?

A filipina Alique Perez ficou indignada ao comprar frango frito para seu filho na rede de restaurantes Jollibee. Em desabafo no Facebook, ela disse que foi perturbador cortar o 'alimento', que na verdade era uma toalha. "Como é que colocam uma toalha na massa e fritam? Eu realmente achava que os posts reclamando de coisas estranhas em pedidos eram todos inventados, agora eu sei que realmente acontece", escreveu. E como acontece?

foto 2 - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
Toalha frita foi enviada no meio da comida de Alique Perez
Imagem: Reprodução/Facebook

3. Uma cabeça

Uma mulher cliente do KFC no Reino Unido se deparou com uma cabeça de frango empanada junto com seu pedido de refeição quente de asa. Em foto publicada nas redes sociais é possível ver a cabeça da galinha, o bico e seus olhos fechados. O KFC, rede de fast food que vende os frangos fritos, se pronunciou nas redes sociais dizendo que o pedido deixou a empresa "surpresa" e "chocada". A rede ainda se aproveitou da repercussão para descontrair e falou que a avaliação da cliente com duas estrelas era "generosa".

foto 3 - Reprodução/Redes sociais - Reprodução/Redes sociais
KFC disse que avaliação da cliente, de duas empresas, foi a mais generosa
Imagem: Reprodução/Redes sociais

4. Mais uma do KFC

Desta vez no Brasil no final de 2021, uma cliente também relatou nas redes sociais algo horripilante para qualquer pessoa: uma barata estava no meio do lanche comprado em uma unidade da franquia do shopping Iguatemi, em Porto Alegre. Em uma publicação no Twitter, ela disse que estava na metade do lanche quando "deu uma mordida e caiu um pedaço inteiro do que achou que era frango". Quando ela foi ver, trata-se do inseto.

Na ocasião, o UOL entrou em contato com o KFC Brasil, que informou que segue rigorosamente todas as recomendações da vigilância sanitária e demais órgãos competentes e está empenhado em apurar os fatos. A marca informou que logo que tomou conhecimento do caso, acionou imediatamente a cliente.

5. Um frango 'inteiro'

Geralmente quando um estabelecimento comercial vende frango assado, a cabeça do alimento não é assada junto. Pelo menos é isso que se espera. Contudo, não foi isso que aconteceu com um cliente australiano ao se deparar com uma compra feita em uma unidade da rede de supermercados Woolworths. Ele só percebeu a "surpresa" ao chegar em casa: um frango assado "inteiro" com a cabeça. Ele divulgou fotos do frango nas redes sociais.

foto 5 - Reprodução - Reprodução
Rede de supermercados na Austrália reconheceu situação inaceitável' e pediu desculpas ao cliente
Imagem: Reprodução

6. Farinha de barata ou barata na farinha?

Já existem pesquisas que desenvolveram pão feito com farinha de barata. Não, você não leu errado. Contudo, essa história não teve necessariamente o preparo adequado com essa farinha específica. Nem foi para preparar um pão. Em Santa Catarina, uma mulher encontrou uma perna de barata no meio de uma rosquinha de uma panificadora de Brusque.

"Quando percebi que tinha algo escuro dentro da rosca, que me dei conta que era uma perna de barata, senti ânsia, desespero, nojo", recordou ela, que preferiu não se identificar, em entrevista concedida ao UOL. A cliente pediu indenização e estava movendo ação na Justiça.

foto 6 - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Mulher encontra perna de barata em rosquinha em panificadora em SC
Imagem: Arquivo Pessoal

7. Surpresa totalmente desagradável

Se quiser pular esse caso, essa é a deixa. Talvez a mais horripilante das histórias trazidas nesta lista, esse caso aconteceu na Austrália. Um funcionário de um hospital em Toowoomba teve uma surpresa de revirar o estômago durante o horário de almoço em uma cafeteria do local. Quase literalmente. Ele estava lanchando um hambúrguer quando, após algumas mordidas, constatou que havia um rato cozido entre os pães do lanche.

Ele tirou uma foto do ocorrido, e alertou os funcionários do café, que prontamente se desculparam. Na imagem, é possível notar a cauda do rato saindo pela parte debaixo do lanche, o corpo dele cozido no meio, e o pão já mordido pelo cliente. O Serviço de Saúde Darling Downs, administrador do hospital, fez uma declaração se retratando pelo ocorrido e afirmou que tomou medidas como inspeção sanitária. O funcionário também recebeu um pedido formal de desculpas.

foto 7 - Reprodução/News Corp Australia - Reprodução/News Corp Australia
Foto tirada pelo funcionário do hospital, ao ver que o rato estava cozido dentro do lanche, na Austrália
Imagem: Reprodução/News Corp Australia

8. Molho de frango diferente

Agora uma história que pelo menos não envolveu ingestão direta, mas também é de revirar os olhos. No ano passado, a costureira Edna de Campos Faria, moradora de Sorocaba (SP), preparava o almoço quando estava cozinhando o macarrão e pediu para o filho abrir um pacote de molho de tomate da marca Heinz. Contudo, ele percebeu que havia um corpo estranho dentro da embalagem.

"Meu filho abriu a embalagem e me perguntou se era normal ter pedaços de frango no molho. Eu achei estranho e fui ver e encontrei aquele negócio horrível. Nem conseguimos almoçar direito naquele dia, revirou o estômago", explicou a costureira na época. Segundo Edna, a substância tinha características incomuns à matéria-prima do molho: cor bege, espessa e inodora.

Em nota, a Heinz afirmou que iria entrar em contato com a consumidora e retirar o produto. "O corpo estranho será avaliado por nosso corpo técnico, mas já pode adiantar que não possui carne de frango em seu processo produtivo", esclareceu. Bom, de fato a costureira não tinha comprado um molho de frango. Nem esperava receber um molho com frango.

foto 8 - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Mulher diz ter encontrado pedaço de frango dentro de embalagem fechada de molho de tomate
Imagem: Arquivo Pessoal

Cotidiano