PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Jovem leva tiro e morre enquanto ajudava tio a abater porco

Vinicius Fioreze morreu ainda em casa após tiro acidental  - Reprodução/Facebook
Vinicius Fioreze morreu ainda em casa após tiro acidental Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

20/06/2022 11h51Atualizada em 20/06/2022 21h40

Um jovem de 18 anos morreu após ser atingido por um tiro no rosto enquanto ajudava o tio a matar um porco, na cidade de Fraiburgo (SC). Vinicius Fioreze, estudante de engenharia química na Unoesc (Universidade do Oeste de Santa Catarina), morreu ainda no local do incidente, no bairro Linha Brasília.

As informações foram confirmadas ao UOL pela Polícia Militar do município catarinense, que atendeu à ocorrência na sexta-feira (17). Ainda segundo a nota da corporação, os agentes foram acionados por um vizinho da família da vítima que escutou os disparos.

Chegando à casa, os PMs foram informados que o tio de Vinicius atingiu o sobrinho acidentalmente ao tentar abater o animal. O homem, que não teve a identidade divulgada, foi levado para uma delegacia da região.

O UOL tenta contato com a Polícia Civil de Santa Catarina para apurar desdobramentos do caso, mas não teve retorno. De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência foi registrada como homicídio culposo, em que não há a intenção de matar.

Nas redes sociais, familiares e colegas de Vinicius compartilharam mensagens lamentando a morte do universitário.

"Eu quero agradecer a todos neste momento tão triste que nós estamos passando. Não vou citar nomes, porque foram tantos abraços e palavras de consolo, mas eu quero deixar meu muito obrigada. Estou de coração partido, mas ele está com mamãe e papai do céu, que vai cuidar dele de todos nós. Agora uma estrelinha lá no céu, Vinícius Fioreze, nós te amamos", escreveu Irma, mãe do rapaz.

Já página do curso de Engenharia Química da Unoesc, onde ele estudava, lamentou "profundamente a partida precoce do excelente aluno Vinícius Fioreze" e enviou condolências aos familiares.

Cotidiano