PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Sete pessoas morrem em acidente entre van e caminhão em rodovia no RS

Prefeitura de Constantina suspendeu atividades em repartições públicas e escolas até amanhã - Reprodução/TV Globo
Prefeitura de Constantina suspendeu atividades em repartições públicas e escolas até amanhã Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

04/07/2022 15h08Atualizada em 04/07/2022 18h31

Uma colisão frontal entre uma van e um caminhão na madrugada de hoje causou a morte de sete pessoas na BR-386, em Constantina, no Rio Grande do Sul. A van transportava pacientes que estavam sendo transferidos para outra cidade da região. A prefeitura de Constantina disse, em comunicado, que o veículo era da secretaria municipal da Saúde, mas não citou a finalidade do transporte.

De acordo com administração municipal, as vítimas foram identificadas como Adazila de Oliveira Ramos, Ana Bruna Cavalheiro da Silva, Geni Emília dos Santos, Helena Vitória da Silva Rodrigues, Magno Zanella, Silvana Remonti Zenatti e Wilson Ramos. Todas estavam na van.

Segundo relato de testemunhas à Polícia Rodoviária, um caminhão com placa de Palmitinho tentava uma ultrapassagem em local proibido, quando colidiu frontalmente contra a van, cujos ocupantes morreram na hora. Já o motorista do caminhão sofreu ferimentos e foi atendido por uma equipe médica. Ainda não se sabe a gravidade de sua situação.

O local fica próximo ao trevo para Constantina. É uma curva aberta, com ultrapassagem proibida. A colisão ocorreu na pista que transitava a van, que teria sido invadida pelo caminhão.

A Polícia Rodoviária informou que, por causa do acidente, a BR 386, próximo à divisa entre Sarandi e São José das Missões, teve que ser totalmente bloqueada nos dois sentidos e, por causa disso, o trânsito teve que ser interrompido por algumas horas.

Nas redes sociais, a prefeitura de Constantina anunciou que as atividades em todas as repartições públicas e escolas do município estão suspensas hoje e amanhã. Além disso, os postos de saúde central e do bairro São Roque atenderão apenas casos de urgência e emergência.

Cotidiano