Conteúdo publicado há 5 meses

Casal de GCMs é encontrado morto em Mogi das Cruzes (SP)

Um casal de guardas civis foi encontrado morto na noite de quarta-feira (23) em Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo. O caso é investigado pelo Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

O que aconteceu

Por volta das 23h10, policiais militares foram acionados para uma ocorrência no bairro Vila Cintra. Ao chegar à Rua José Carlos Santos, a equipe encontrou o casal de guardas Juliana Caroline dos Santos, de 33 anos, e Everton Tomaz de Jesus, de 39, sem vida.

Na cena do crime, foram encontradas cápsulas, duas armas e celulares. O caso, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública, foi registrado como morte suspeita e homicídio.

A principal linha de investigação trabalha com a hipótese de que Juliana tenha matado o companheiro e tirado a própria vida em seguida. Isso porque, de acordo com informações preliminares, Juliana foi encontrada com uma pistola 380, que confere com o tipo de munição encontrada no local.

Já a arma de Everton, uma pistola calibre ponto 40, estava no coldre, com as 14 munições intactas.

Ainda segundo informações apuradas pela investigação, Juliana fazia parte do efetivo da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo desde janeiro. Enquanto o companheiro integrava a equipe de Rondas com Motocicletas (Romu) da Guarda Civil Municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, há 12 anos.

A Corregedoria da GCM de São Paulo acompanha as investigações da Polícia Civil, que apura as circunstâncias do caso.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes