Conteúdo publicado há 3 meses

Mulher é presa após ser flagrada colando em concurso para polícia de SP

Uma mulher que prestava concurso para o cargo de investigador da Polícia Civil, em São Paulo, foi presa em flagrante neste domingo (26) com uma câmera escondida no casaco.

O que aconteceu

Ela estava fazendo a prova e os fiscais perceberam uma movimentação estranha da candidata, segundo a TV Globo.

Durante a prova, ela não parava de mexer no casaco. Ao continuar estranhando as atitudes da mulher, um dos fiscais chamou uma pessoa para averiguar a situação.

Um detector de metais foi pego para passar na roupa da candidata, que pediu para ir ao banheiro nesse momento. O pedido foi negado pelos fiscais.

A ferramenta apitou quando passou pelo corpo dela. Os fiscais acharam uma câmera similar usada para conversas em webcam no casaco, um ponto eletrônico e um receptor de sinal no bolso da calça.

Ao UOL, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou a ocorrência "de fraude" no concurso. A pasta disse que a candidata foi detida por associação criminosa e conduzida à delegacia, onde confessou o crime e foi autuada em flagrante, ficando à disposição da Justiça.

O UOL tentou localizar a defesa da candidata, mas não obteve êxito. O espaço segue aberto para manifestação.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes