Conteúdo publicado há 3 meses

Mulher mantida refém por marido transmite ataque ao vivo em RO: 'Não atire'

Uma mulher de 25 anos foi agredida e mantida refém pelo marido, um homem identificado como Felipe Oliveira, 30, nesta segunda-feira (19), no bairro Cohab, zona sul de Porto Velho (RO).

O que aconteceu

Vítima transmitiu cárcere privado ao vivo por meio de perfil nas redes sociais. Nas imagens, ela pede ao companheiro para que não atire — dois filhos dela também estavam dentro da casa. "Por favor, eu tenho três filhos. Calma, não atire, Felipe. Ô meu Deus, não fui eu não. Pô, eu tava do seu lado, eu sempre tive contigo. Olha para mim, eu sempre tive contigo. Mano, eu te peço por tudo que é mais sagrado. Eu te amo, estou contigo... eu não vou te abandonar, olha pra mim, tira isso da sua cabeça".

Vizinhos da vítima acionaram a Polícia Militar de Rondônia após ouvirem gritos vindos de dentro da residência. Segundo informações da própria PMRO, foram cerca de três horas de negociações até que Felipe se entregasse e liberasse a companheira. Ele estava armado com uma pistola 9 mm, chegou a fazer dois disparos, mas não houve feridos.

A mulher e os filhos foram retirados da casa e receberam assistência médica e psicológica.

Felipe era foragido da Justiça e já foi condenado a mais de 30 anos de prisão por diversos crimes. Após a detenção, ele foi levado para a Central de Polícia e vai responder, agora, por cárcere privado. O UOL não conseguiu localizar defesa de Felipe. O espaço segue aberto para manifestação.

Deixe seu comentário

Só para assinantes