Conteúdo publicado há 3 meses

Economista e fisiculturista é morto a tiros por homens na zona leste de SP

Um economista e fisiculturista de 32 anos foi morto a tiros por volta das 21h de sábado (9) no bairro da Vila Matilde, na zona leste da capital.

O que aconteceu

A vítima foi identificada como Denis Yoshio. O homem era economista e fisiculturista e compartilhava sua rotina de vida fitness nas redes sociais com os seus mais de 50 mil seguidores.

Testemunha disse que o economista foi baleado por dois homens. Os criminosos usaram uma motocicleta para praticar o crime e fugiram após os disparos.

Vítima foi socorrida após os disparos. Policiais militares chegaram a ser acionados para o local do crime, mas a vítima foi levada ao hospital por pessoas que estavam no local antes mesmo da chegada dos agentes.

Economista foi levado ao Hospital Municipal do Tatuapé, mas não resistiu e morreu. Não foi informado pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) se o rapaz chegou ao local com vida.

O caso foi registrado como homicídio no 31ºDP (Vila Carrão). Foram solicitados exames periciais ao IC (Instituto de Criminalística) e ao IML (Instituto Médico Legal).

A reportagem apurou que o velório de Denis ocorrerá na segunda-feira (11), com início às 08h, sendo seguido do sepultamento, em um cemitério de Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo.

Família lamenta morte

"Descanse nos braços do senhor", diz mãe. Nas redes sociais, a genitora de Denis disse que Deus "recolheu o filho", acrescentando que o rapaz era um "príncipe". "Vou sempre lembrar de você assim com esse sorriso irônico e debochado. Te amo até o infinito", finalizou.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Deixe seu comentário

Só para assinantes