Conteúdo publicado há 2 meses

SP: Após mais de 24 h, 15% dos endereços ainda estão sem luz, diz Enel

Cerca de 15% dos endereços afetados ainda estão sem energia, projetou a Enel. Residências e a Santa Casa de São Paulo estão há 24 horas sem luz, desde as 10h30 de ontem (18).

O que aconteceu

Projeção inicial era de que luz voltasse às 8h30. A informação foi dada pelo diretor da área de manutenção da empresa, Darcio Dias, à TV Globo.

Às 11h20, mais de um dia após queda de energia, residências do centro de São Paulo continuavam sem fornecimento. O UOL buscou a empresa na manhã de hoje. Em nota, ela afirmou que "Equipes da Enel e Sabesp trabalham em parceria para analisar as causas da interrupção na região central de São Paulo e vão estreitar ainda mais a atuação em conjunto nas intervenções realizadas na área de concessão aprimorando seus protocolos".

Enel não informou quantos clientes foram afetados. A empresa se limitou a dizer que 85% das residências atingidas tiveram luz restabelecida até a manhã de hoje. O UOL questionou ontem e hoje o número de unidades habitacionais atingidas, sem qualquer retorno sobre o assunto.

Reparos foram concluídos, segundo diretor. Segundo Darcio Dias, equipes desfazem os processos de aterramento de rede, feitos para segurança dos técnicos, para que a energia seja totalmente religada.

Energia caiu às 10h30 da segunda-feira

Bairros como Higienópolis, Vila Buarque, Consolação e Santa Cecília foram afetados. Primeiros relatos de falta de energia começaram às 10h30 de ontem.

Ocorrência na rede subterrânea causou falha, diz Enel. A distribuidora afirmou que uma escavação realizada pela Sabesp atingiu acidentalmente cabos da rede subterrânea da distribuidora, e causou a interrupção da energia. Em nota, a concessionária disse que deslocou equipes de técnicos e eletricistas ao local para identificar a causa e realizar o reparo da rede.

A Sabesp nega ter danificação a fiação. Em nota, a estatal informou que avaliação preliminar constatou que as obras de manutenção e ligação nos ramais de esgoto não danificaram a rede elétrica subterrânea. "A escavação foi feita manualmente, a partir das 11h, sem deslocamento da fiação", explicou o órgão, ao detalhar que investiga a situação.

Continua após a publicidade

Energia restabelecida para 70% dos clientes. Concessionária deu o parecer na noite de ontem. Na manhã de hoje, pelo menos um hospital continuava afetado pela falta de energia.

Deixe seu comentário

Só para assinantes