Conteúdo publicado há 4 meses

RJ: Operação tenta prender PMs apontados como seguranças de Rogério Andrade

O MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) e a Corregedoria da Polícia Militar iniciaram hoje uma operação conjunta que visa prender 18 policiais da ativa e um reformado, todos ligados à segurança do bicheiro Rogério Andrade.

O que aconteceu

São cumpridos 20 mandados de prisão e 50 de busca e apreensão no Rio de Janeiro. A Corregedoria atua em apoio às equipes do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do MPRJ. A operação de hoje foi batizada de Pretorianos.

Dentre os alvos, estão 18 policiais militares da ativa e um policial penal reformado. Eles integram a organização liderada pelo bicheiro Rogério de Andrade. segundo as investigações. O Gaeco denunciou à Justiça 31 pessoas pelo crime de organização criminosa.

A Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro) informou, em nota, que o policial penal preso hoje durante a operação estava inativo desde 2016. Sem especificar as razões para a inatividade do agente, a pasta acrescentou que a Corregedoria está acompanhando o caso e contribuirá com as investigações do Ministério Público.

Deixe seu comentário

Só para assinantes