Conteúdo publicado há 1 mês

Médico do Detran é suspeito de exigir R$ 800 para aprovar motoristas no PR

Um médico do Detran (Departamento de Trânsito) da Paraná suspeito de cobrar por aprovação em exames oftalmológicos foi alvo de operação de busca e apreensão em Pato Branco, no sul do estado, na manhã da última quarta-feira (17).

O que aconteceu

O homem cobrava de R$ 400 a R$ 800 para aprovar motoristas em exames exigidos pelo Detran. O médico estipulava valores diferentes para cada paciente, e chegou a reduzir a quantia para R$ 120 em um dos casos. O profissional atuava em uma clínica credenciada ao Detran do Paraná.

Pelo menos nove pessoas foram vítimas do golpe. As pessoas procuravam o médico para realizar exames de vista para o procedimento de renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Quem não pagasse a quantia teria a CNH rebaixada.

O profissional foi suspenso do cargo público e itens pessoais foram apreendidos. A Polícia Civil recolheu documentos e dispositivos móveis, que serão encaminhados à perícia.

O médico é suspeito de corrupção passiva. O delegado do caso disse que não havia participação de terceiros e nem da clínica credenciada, o homem estaria praticando o crime sozinho.

O Detran abriu um processo administrativo e colabora com a Polícia Civil. "A instituição é totalmente contra qualquer ato ilícito que venha lesar os cidadãos paranaenses. Caso provado as irregularidades em apuração, serão aplicadas as punições administrativas cabíveis", afirmou o diretor-presidente do Detran-PR.

Como o nome do médico não foi divulgado, o UOL não conseguiu localizar a defesa em busca de um posicionamento. O espaço segue aberto para manifestação.

Deixe seu comentário

Só para assinantes