Conteúdo publicado há 28 dias

Meninas são atropeladas por van escolar em SP; criança de 10 anos morre

Uma menina de 10 anos morreu e uma adolescente de 14 anos ficou ferida após serem atropeladas por uma van escolar na tarde desta terça-feira (14) no bairro Real Parque, na zona sul de São Paulo.

O que aconteceu

Motorista de van, de 49 anos, subia uma rua íngreme quando teria perdido o controle do veículo. O automóvel começou a descer na rua César Vallejo e o motorista disse à polícia que não conseguiu frear.

Meninas foram atingidas pelo automóvel. A garota de 10 anos morreu no local do acidente. Já a adolescente foi socorrida pelo helicóptero Águia ao Hospital das Clínicas, no centro de São Paulo. O estado da adolescente é gravíssimo, segundo a Polícia Militar.

Crianças aguardavam a chegada de outra van escolar. Segundo a TV Globo, testemunhas disseram que o veículo em que elas estavam teria apresentado problema e precisou parar na via, fazendo com que as duas meninas e outros estudantes descessem do automóvel. Enquanto aguardavam, as duas meninas foram atropeladas por uma segunda van que subia a rua.

Condutor da van fez teste do bafômetro, que deu negativo. Ele será investigado e a van — que foi apreendida — será periciada, informou a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo).

Investigações do caso continuam por meio de inquérito policial instaurado pelo 34º DP (Morumbi). O caso foi registrado como homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo, atropelamento, lesão corporal na direção de veículo. "Todas as circunstâncias relativas aos fatos serão apuradas."

Pai lamenta a morte da filha. "Ela estava no melhor momento dela na escola. Estava fazendo as coisas sozinhas. Melhor momento da nossa vida. Eu com trabalho novo e as coisas estavam indo bem, graças a Deus. Foi uma fatalidade. Eu não culpo ninguém", disse César Gonçalves da Silva, pai da menina, ao SP2 (TV Globo).

Van envolvida no acidente prestava serviços para a Prefeitura de São Paulo. O automóvel, um Fiat Ducato 2011, estava em situação regular e transportava nove crianças no momento do acidente —- nenhuma delas se feriu, segundo a gestão municipal.

Departamento de Transportes Públicos da prefeitura disse lamentar profundamente o caso. "O Departamento instaurou procedimento administrativo para apurar os fatos e acompanhar as conclusões das autoridades policiais sobre o acidente."

Deixe seu comentário

Só para assinantes