Conteúdo publicado há 23 dias

Corpo de desaparecido durante temporal em SC é encontrado em rio

O corpo de um homem que estava desaparecido após ser arrastado pela água enquanto trabalhava foi encontrado ontem em Bom Jardim da Serra (SC).

O que aconteceu

Lázaro Bibiana desapareceu após o carro em que estava com mais dois colegas de trabalho ser arrastado. Os funcionários de uma empresa de internet tentavam atravessar a ponte do Rio das Contas para a prestação de um serviço no dia 18 de maio.

Os dois colegas conseguiram se salvar. Eles saíram pela janela da caminhonete e se seguraram em um baú que se soltou do veículo, até serem jogados para a margem do Rio. Lázaro, no entanto, foi levado pela correnteza e não foi mais visto.

Após 10 dias de busca, o corpo dele foi encontrado boiando por moradores. Bombeiros explicaram que resgate do corpo foi realizado neste domingo (26), pelo Rio Pelotas, a cerca de 10 km de distância da ponte onde o grupo de trabalhadores caiu.

A empresa Mega Net lamentou o ocorrido. ''Nunca estamos preparados para perder alguém que temos muito carinho da nossa equipe. Mas hoje infelizmente cá estamos, sentimos muito pela forma que perdemos nosso colaborador'', escreveu pelas redes sociais.

Na semana do acidente, o volume de chuva registrado em SC foi maior do que o esperado para todo o mês de maio. Entre os dias 17 e 19, os acumulados ultrapassaram a casa dos 230mm. Mais de 30 pessoas precisaram ser socorridas durante o período.

Essa é a segunda morte causada pelas chuvas neste ano no estado catarinense. Um idoso de 61 anos também morreu após ter o veículo arrastado no dia 2 de maio, e o corpo dele foi encontrado no rio Capelinha, em Ipira.

Previsão do tempo para SC

Formação de ciclone extratropical no oceano pode favorecer temporais com raios, rajadas de vento e chuva. No decorrer desta segunda (27), Meio-Oeste, Planaltos, Vale do Itajaí e áreas litorâneas podem ter chuvas volumosas, com eventual queda de granizo.

Continua após a publicidade

Na terça (28), o ciclone impulsiona o avanço de ar mais seco e frio para o interior do continente. Há risco para ocorrências associadas aos ventos fortes. Além disso, devido ao frio intenso, doenças cardiorrespiratórias e hipotermia podem se agravar.

A partir da quarta (29), o ciclone se afasta para alto mar. A massa de ar seco mantém o tempo estável em todo o estado até a sexta (31), com formação de nevoeiros na madrugada e sol durante o dia. Apesar disso, pode ocorrer eventos relacionados à agitação marítima e ressaca.

Deixe seu comentário

Só para assinantes