Conteúdo publicado há 30 dias

Suspeito de mandar matar empresário no Carnaval de Olinda é preso no RJ

A Polícia Civil de Pernambuco confirmou, nesta sexta-feira (14), a prisão do suspeito de mandar matar o empresário Rafael Gonçalves Elihimas, de 34 anos. Ele foi morto a tiros por um homem que estava fantasiado de papangu durante o Carnaval em Olinda (PE).

O que aconteceu

Prisão do suspeito ocorreu no Rio de Janeiro. A Polícia Civil de Pernambuco disse que mais detalhes seriam dada em breve a jornalistas. O UOL também tentou contato com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, mas não houve retorno até o momento.

Na ocasião, o criminoso fingiu ser um cliente. Imagens mostram que ele segura uma garrafa de água e dá passagem para um homem, que olha produtos nos fundos da loja.

Ele atira nas costas da vítima e foge. A arma estava escondida dentro da fantasia.

O homem de 34 anos morreu no local. Uma mulher presenciou os disparos e correu para ajudar o homem baleado, mas ele não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado como homicídio e é investigado pela 9ª Delegacia de Polícia de Homicídios.

Em março, a Polícia Civil de Pernambuco já havia prendido um quarto suspeito de envolvimento na morte do comerciante. Ele estava na casa de uma irmã. A residência onde o homem se escondeu fica na cidade de Abreu e Lima, região metropolitana de Recife, segundo o delegado Francisco Océlio.

As outras duas primeiras pessoas que foram presas em fevereiro, no interior do estado, são investigadas por supostamente extorquir a família da vítima. Eles afirmaram à polícia que exigiam o valor de uma dívida por droga, porém, não há informações que relacionem Rafael ao uso de substâncias ilícitas

Deixe seu comentário

Só para assinantes