PUBLICIDADE
Topo

Internacional

"Meu coração está despedaçado", diz Obama sobre tiroteio em escola primária

Barack Obama se emociona durante pronunciamento  - Mandel Ngan/AFP
Barack Obama se emociona durante pronunciamento Imagem: Mandel Ngan/AFP

Fábio Luís de Paula

Do UOL, em São Paulo

14/12/2012 18h24Atualizada em 14/12/2012 20h45

"Meu coração está despedaçado, não só como presidente, mas também como pai", disse emocionado o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, durante pronunciamento oficial sobre o tiroteio que matou 27 pessoas (20 crianças, 6 adultos e o atirador) em uma escola primária na cidade de Newtown, no Estado de Connecticut, no início da tarde desta sexta-feira (14).

"Esta tarde falei com o governador Malloy [do Connecticut] e com o chefe do FBI e asseguro que eles terão todo o apoio que precisarem para resolverem esse caso e darem apoio às famílias das vítimas", disse, contendo as lágrimas.

Obama precisou de esforço para se recompor ao afirmar que sente uma "tristeza opressiva" e que considera o massacre um "crime abominável".

A polícia nos levou para fora da escola e disse para ficarmos de mãos dadas e de olhos fechados

Vanessa Bajraliu, 9 anos

"Eu sei que não há nenhum pai nos Estados Unidos que não se sinta do mesmo jeito que eu me sinto agora. Lindas crianças entre 5 e 10 anos, que tinham a vida inteira pela frente, não poderão viver aniversários, formaturas, e casamentos. Perdemos também professores que dedicaram suas vidas a ensinar crianças".

LOCALIZAÇÃO DA CIDADE

  • Arte UOL

    Newtown é uma cidade com aproximadamente 27 mil pessoas, que fica no condado de Fairfield, no norte do Estado de Connecticut, a 130 km a nordeste de Nova York

Obama lembrou ataques recentes, como o tiroteio dentro do cinema durante sessão do filme do Batman e disse que vão "se esforçar para evitar tragédias como essas" envolvendo armas de fogo. O presidente também ordenou que a bandeira americana fique a meio-mastro na Casa Branca, nos prédios federais e nos complexos militares em memória das vítimas até o final do dia 18 de dezembro.

"Nada pode preencher o espaço de uma criança perdida. Que Deus abençoe a memórias das vítimas.", finalizou.

Atirador tinha mãe como alvo

O homem que disparou contra crianças na escola primária Sandy Hook teria como alvo a classe onde sua mãe lecionava, de acordo com as agências internacionais. Ele também foi morto na escola; acredita-se que ele tirou a própria vida, apesar de a informação não ter sido confirmada oficialmente.

Ryan Lanza, de 24 anos, foi primeiramente identificado como sendo o atirador. Entretanto, uma fonte oficial teria corrigido a informação e dito que o atirador era seu irmão mais novo, Adam, de 20 anos, segundo a imprensa americana. Ryan mora em Hoboken, em Nova Jersey, e foi interrogado no Estado, sem ser suspeito do crime. A polícia diz oficialmente que só irá confirmar a identidade do assassino neste sábado (15).

"Nós não vamos deixar pedra sobre pedra enquanto investigamos todos os aspectos da investigação", disse em pronunciamento.o tenente da polícia de Connecticut, J. Paul Vance.

O tiroteio aconteceu por volta das 13h (horário de Brasília), e a escola já foi evacuada. 

Este já seria o segundo maior massacre da história do país, com menos mortos apenas que o atentado que matou 32 pessoas na Virginia Tech em 2007. O suspeito teria entrado na escola com pelo menos três armas, que já foram recolhidas pelos policiais. Uma delas, de acordo com a AP, seria um rifle calibre 223.

Escola Sandy Hook

A escola primária é a maior do distrito e tem cerca de 650 alunos entre 5 e 10 anos, do jardim de infância até a quarta série, com 39 professores.
Fica em uma área residencial, a cerca de 90 minutos de Nova York.
Foi reconhecida como uma escola de vanguarda.
O lema da escola é "Pense que você pode, trabalhe duro, seja esperto, seja gentil."
No final de 2009, Dawn Lafferty Hochsprung assumiu o posto de diretora da escola. Ela está entre os mortos.

Governador horrorizado

Em pronunciamento oficial, um porta-voz disse que o governador de Connecticut, Dannel Patrick Malloy, está horrorizado e prestando apoio às famílias das vítimas. "Você nunca está preparado para esse tipo de acontecimento", disse Malloy.

Entre as vítimas adultas, estariam a diretora e uma psicóloga da escola. Polícia e ambulâncias estão no local do tiroteio, além de pais e alunos.

A primeira ligação para o serviço de emergência foi feita às 9h41 (horário local). 

A escola Sandy Hook Elementary fica em uma área residencial, cerca de 90 minutos de Nova York e tem 650 alunos, do jardim de infância até a quarta série, com idades que variam de 5 a 10 anos, e 39 professores. No site da instituição, um recado avisa que as atividades da tarde no jardim de infância foram canceladas para hoje.

Newtown é uma cidade com uma população de aproximadamente 27 mil pessoas, que fica no condado de Fairfield, no norte do Estado de Connecticut, a cerca de 70 km a sudoeste da capital Hartford e a 130 km a nordeste de Nova York.

Os Estados Unidos já tiveram uma série de tiroteios em locais públicos este ano. No mais recente, um atirador abriu fogo em um shopping no Estado do Oregon, matou duas pessoas e depois se suicidou, na terça (11).

Em julho passado, em uma sessão da meia-noite de um filme de Batman, no Colorado, que matou 12 pessoas. (Com agências internacionais)

Internacional