PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Modelo fica de frente com homem que a esfaqueou e estuprou quatro anos atrás

Cheryl Maddison chega à Corte de Palma de Maiorca - Reprodução/Daily Mail
Cheryl Maddison chega à Corte de Palma de Maiorca Imagem: Reprodução/Daily Mail

Do UOL, em São Paulo

08/01/2013 15h32

A modelo inglesa Cheryl Maddison, 25, ficou cara a cara pela primeira vez nesta terça-feira (8) com o homem que a esfaqueou, estuprou e deixou entre a vida e a morte há quatro anos.

Ela compareceu à Corte em Palma, na ilha de Maiorca, no arquipélago espanhol de Baleares, para acompanhar uma sessão do julgamento do garçom marroquino Mohamed Fadel El Anssari, 31, acusado de ter praticado a violência.

Cheryl mostrou confiança e assistiu a todos os procedimentos ao lado do namorado Kain MacDonald, 21, reportou o "Daily Mail". Anssari ficou com o rosto escondido entre as mãos.

Em maio de 2008, Cheryl foi abordada ao sair de seu prédio e arrastada pelos cabelos de volta ao apartamento. Entre outros golpes, ela levou uma facada no peito e foi estuprada violentamente. O agressor a abandonou na poça de seu próprio sangue.

Na época, o marroquino confessou o crime, dizendo que estava bêbado e drogado no momento.

A jovem conta que o ato só parou depois que resolveu se fingir de morta, apesar da dor dos ferimentos profundos. "Eu tinha certeza de que ia morrer. Ele foi tão violento e estava tão nervoso que eu nunca pensei que sairia de lá viva", disse na época.

Cheryl foi levado a um hospital na Espanha, onde foi submetida a cirurgias e ficou duas semanas internada.

Internacional