PUBLICIDADE
Topo

Vaticano confirma que os papas João Paulo 2º e João 23 vão se tornar santos

Do UOL, em São Paulo

05/07/2013 08h11Atualizada em 05/07/2013 15h17

O Vaticano confirmou que os papas João Paulo 2º e João 23 vão se tornar santos. Os dois papas devem ser canonizados em uma cerimônia conjunta que ainda não tem data marcada.

Em abril, uma comissão de sete médicos consultada pela Congregação para a Causa dos Santos do Vaticano reconheceu como milagre a cura inexplicável de uma mulher, razão pela qual João Paulo 2º, que morreu em abril de 2005, aos 84 anos, pode ser proclamado santo.

Segundo a imprensa italiana, uma mulher da Costa Rica teria pedido a intercessão de João Paulo 2º e foi curada em maio de 2011.

Ele já havia recebido crédito por pedir a Deus pela cura da freira francesa Irmã Marie Simon-Pierre Normand do Mal de Parkinson, o que ajudou a levar à sua beatificação em 2011, quando foi declarado um "abençoado" da Igreja.

O sucessor de João Paulo 2º, Bento 16, dispensou uma regra da Igreja que normalmente exige um período de cinco anos de espera até que possam começar as preliminares para a santidade.

O pontificado de 27 anos (entre 1978 a 2005) de João Paulo 2º viu o colapso do comunismo na Europa Oriental, a partir de seu país natal, a Polônia. Milhões de pessoas compareceram ao seu funeral, em 2005, e muitos gritaram "Santo Subito".

João 23, que surpreendeu o mundo na década de 60 ao convocar um concílio para reformar e modernizar a igreja Católica, é considerado "um modelo de santidade" pelo atual papa, Francisco, por sua simplicidade e bondade. Ele liderou a igreja Católica entre 1958 a 1963.

Internacional