PUBLICIDADE
Topo

Pilotos defendem Lubitz e criticam "conclusões precipitadas"

Do UOL, em São Paulo

27/03/2015 09h10Atualizada em 27/03/2015 09h10

Pilotos ao redor do mundo defenderam o copiloto da Germanwings Andreas Lupitz, que foi apontado por procuradores franceses como responsável por derrubar deliberadamente o avião que caiu nos Alpes franceses na última terça-feira. 

A Associação Alemã de Pilotos de Avião disse que ainda é muito cedo para tirar conclusões, antes de ser encontrada a segunda caixa-preta do A320. 

"Não devemos antecipar conclusões baseadas em dados limitados", afirmou Ilja Schulz, presidente da associação, ao jornal "The Independent". "As razões que levaram a esse trágico acidente serão determinadas apenas depois que todas as fontes de informação sejam examinadas."

James Phillips, diretor de assuntos internacionais do grupo, disse à revista "Time" que ficou "com raiva" das revelações a respeito de Lubitz. "É um cenário muito, muito incompleto. Tenho a impressão de que buscam uma resposta rápida, mas não a resposta certa."

O diretor da Associação Britânica de Pilotos de Aviões disse que "uma investigação meticulosa irá estabelecer o que aconteceu". (Com agências internacionais)

Internacional