Cachorra que perdeu pata no Afeganistão ganha medalha por bravura

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Frank Augstein

    A cachorra Lucca posa para foto após receber a medalha PDSA Dickin por bravura animal, em Londres, no Reino Unido

    A cachorra Lucca posa para foto após receber a medalha PDSA Dickin por bravura animal, em Londres, no Reino Unido

A cachorra Lucca, 12, foi condecorada nesta terça-feira (5) com uma medalha por bravura animal, após ter perdido uma pata durante uma missão no Afeganistão.

Agora aposentada, a pastora alemã atuava no corpo americano de fuzileiros navais e participou de mais de 400 missões distintas tanto no Iraque quanto no Afeganistão durante seis anos.

AP/Frank Augstein
O sargento Christopher Willingham após a condecoração de Lucca

Numa dessas missões, ela deparou com um explosivo improvisado de mais de 13 kg e, ao procurar por outros explosivos, um segundo dispositivo explodiu e ela acabou perdendo a pata dianteira esquerda. 

Ela recebeu a medalha PDSA Dickin Medal em Londres, no Reino Unido, ao lado do sargento Christopher Willingham, do Alabama, em reconhecimento por seus atos heroicos que protegeram as vidas de milhares de soldados.

Trata-se da mais alta condecoração no mundo que um animal pode receber ao atuar no serviço militar. (Com informações da Associated Press)

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos