Suspeito é baleado e preso na região do complexo da Casa Branca

Do UOL, em São Paulo

  • Andrew Hamik/AP

A Casa Branca foi brevemente fechada nesta sexta-feira (20/05), depois de um tiroteio nas proximidades. Segundo a polícia, agentes do serviço secreto americano atiraram num suspeito, que foi preso.

Um agente atirou quando o homem se negou a entregar uma arma. Ele tinha se aproximado de agentes de segurança fazendo ameaças.

O presidente Obama não estava no local no momento do incidente. O vice-presidente Joe Biden estava em uma área segura na Casa Branca. A troca de tiros ocorreu na West Executive Drive, a quase uma quadra de distância da Casa Branca. O suspeito não chegar a entrar no complexo. Todos os acessos à Casa branca foram fechados.

Ainda não há mais detalhes sobre o suspeito. O homem se aproximou do ponto de controle e verificação do Serviço Secreto, onde sacou uma arma. Agentes atiraram no suspeito, que se encontra sob custódia. O suspeito foi baleado no abdômen e, segundo a imprensa americana, seu estado é crítico.

"Ninguém dentro ou associado com a Casa Branca ficou ferido, e todos na Casa Branca estão seguros", afirmou um funcionário da Casa Branca.

Um homem que parecia na casa dos vinte anos de idade caminhou em direção ao portão da Casa Branca segurando uma arma prateada apontada para o chão, disse Brett Polivka, de 26 anos, um visitante do Texas, que estava perto do lado sul da Casa Branca com a namorada.

"Agentes sacaram as armas, foram direto até ele e dentro de dois ou três segundos nós ouvimos um tiro", afirmou Polivka, acrescentando que ele acreditava ter sido um tiro de um agente. Eles foram então retirados do lugar, disse ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos