Idosos casados há 75 anos morrem juntos em casa atingida pelas chamas na Califórnia

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter @abc Foto cedida por Mike Rippey

O casal de idosos Charles e Sara Rippey, juntos há 75 anos, foram as primeiras vítimas identificadas entre os 15 mortos nos incêndios que atingem o norte da Califórnia. Seus corpos foram encontrados dentro da residência em que viviam, em Napa.

Charles, um veterano da 2ª Guerra, fez 100 anos em julho, e Sara tinha 98. A morte do casal foi confirmada pelo filho mais velho, Mike Rippey, para a rede americana ABC. Segundo ele, Sara sofria de paralisia desde que teve um AVC (acidente vascular cerebral), então "não teria como escapar das chamas".

O corpo de Charles foi encontrado no caminho para o quarto de Sara. "Ele não chegou até ela durante o fogo", disse. "Mas mesmo que conseguisse chegar, ele nunca a deixaria. Então nenhum dos dois deixaria aquela casa", afirmou Mike.

Os incêndios começaram de maneira incontrolável no domingo à noite, alimentados pelos fortes ventos, que diminuíram nesta terça, fazendo com que os bombeiros conseguissem se focar no combate às chamas.

Nove mortes foram reportadas em Sonoma, três em Mendocino, duas em Napa, e uma em Yuba, e o governador Jerry Brown, que declarou na segunda-feira o estado de emergência, disse que os socorristas "antecipam que o número de vítimas pode aumentar".

 

Ao menos 25.000 pessoas fugiram das chamas, que destruíram bairros inteiros, e 5.000 se refugiaram em abrigos, informou o gabinete do xerife do condado de Sonoma.

O presidente Donald Trump declarou estado de desastre e liberou recursos federais para ajudar no combate dos 17 grandes focos de incêndios florestais.

Muitos vinhedos foram destruídos, ou afetados, segundo a imprensa, entre eles o famoso Stag's Leap Wine Cellars, que adquiriu fama mundial em 1976 ao superar grandes vinhos franceses em uma competição.

As chamas arrasaram mais de 46.500 hectares em todo o estado e destruíram mais de 2.000 casas, segundo as autoridades.

"Os ventos que alimentaram essas chamas na noite de domingo e na manhã de segunda-feira se reduziram significativamente, mas ventos locais e condições de seca continuam apresentando um desafio", disse o Corpo de Bombeiros da Califórnia. "Os bombeiros fizeram bons progressos durante a noite", acrescentou.

"Só tivemos tempo de acordar e sair. Não pudemos pegar nada. O fogo avança muito rápido", declarou Rafael Solorio, cuja casa foi atingida no condado de Napa. "Perdemos muitas coisas", acrescentou, em um vídeo publicado no site do jornal San Francisco Chronicle. Foram emitidas ordens de evacuação, em particular nos condados de Napa e Sonoma, e as autoridades publicaram a lista dos abrigos disponíveis.

Os incêndios também causaram o fechamento de vias e estradas locais.

Rich Pedroncelli/AP
O hospital regional de Santa Rosa foi esvaziado, segundo seu site. "Todos os pacientes estão seguros e foram levados para outros hospitais", afirmou.

Trow Newton, um detetive da polícia de Sonoma, de 46 anos, estava entre os que deixaram Santa Rosa. Disse ao Los Angeles Times que retornava para sua casa em Santa Rosa, cidade de 175.000 habitantes no condado de Sonoma, quando viu uma "crescente serpente vermelha" de fogo. "Corri para minha casa e disse a minha esposa que arrumasse o nosso filho de quatro anos para irmos", declarou Newton, antes de alertar cerca de 40 vizinhos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos