Trump recoloca Coreia do Norte na lista da países patrocinadores de terrorismo

Do UOL, em São Paulo

  • MANDEL NGAN E ED JONES/AFP

    Montagem com o presidente dos EUA, Donald Trump, e o ditador norte-coreano Kim Jong-un

    Montagem com o presidente dos EUA, Donald Trump, e o ditador norte-coreano Kim Jong-un

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira (20) que a Coreia do Norte foi recolocada na lista de Estados patrocinadores de terrorismo. Segundo Trump, os EUA anunciarão novas sanções contra a ditadura norte-coreana nesta terça-feira.

A Coreia do Norte foi retirada da lista de países patrocinadores de terrorismo pelo ex-presidente republicano George W. Bush em 2008, em uma tentativa de salvar as negociações para um acordo nuclear. Integram a lista atualmente Irã, Sudão e Síria.

Funcionários do governo sugeriram nas últimas semanas que Trump considerava a inclusão de Pyongyang no grupo por conta de suas ambições nucleares e de seus ataques cibernéticos contra os EUA e outros países.

Durante a reunião de gabinete em que anunciou a medida nesta segunda, Trump acusou a Coreia do Norte de apoiar "atos de terrorismo internacional", incluindo assassinatos em solo estrangeiro.

"Hoje, os EUA estão designando a Coreia do Norte como um Estado patrocinador do terrorismo. Isto deveria ter acontecido há muito tempo", afirmou o presidente. Ele disse ainda que a Coreia do Norte "deve acabar com o desenvolvimento ilegal de mísseis balísticos e nucleares". (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos