PUBLICIDADE
Topo

Acidente aéreo na República Democrática do Congo deixa mortos

Pessoas observam fumaça de acidente aéreo em Goma, na República Democrática do Congo - Pamela Tulizo/AFP
Pessoas observam fumaça de acidente aéreo em Goma, na República Democrática do Congo Imagem: Pamela Tulizo/AFP

Do UOL, em São Paulo

24/11/2019 09h54Atualizada em 24/11/2019 12h15

Pelo menos 23 corpos foram encontrados no local onde um avião de pequeno porte caiu na manhã deste domingo (24) em Goma, em um bairro pobre perto do aeroporto, informou o serviço de emergência.

"Contabilizamos 23 corpos até o momento", declarou Joseph Makundi, coordenador da Defesa Civil em Goma, a um correspondente da AFP.

O avião da companhia Busy Bee transportava 19 pessoas, de acordo com a empresa. Ele caiu em pelo menos uma habitação. Em sua relação de companhias aéreas proibidas de operar na Europa, a União Europeia lista 21 companhias aéreas congolesas, incluindo a Busy Bee.

24.nov.2019 - Imagem retirada de vídeo mostra destroços de um avião após um acidente em Goma, na República Democrática do Congo - Didier Kamathe/AFP - Didier Kamathe/AFP
Imagem retirada de vídeo mostra destroços de um avião após um acidente em Goma, na República Democrática do Congo
Imagem: Didier Kamathe/AFP

Além dos passageiros, moradores de Mapendo provavelmente estão entre as vítimas do acidente da aeronave modelo Dornier-228. As equipes de resgate ainda não forneceram um balanço preciso para passageiros e residentes.

"Havia 17 passageiros a bordo e dois tripulantes", disse à AFP Héritier Said Mamadou, responsável da Busy Bee.

O avião caiu em uma casa no bairro de Mapendo/Birere de Goma, próximo ao aeroporto construído no meio de áreas densamente povoadas, segundo vídeos compartilhados nas redes sociais.

Um vídeo recuperado pela AFP mostra a cabine da aeronave embutida na parede de uma casa, com habitantes do bairro ao redor.

A aeronave faria o trajeto Beni-Butembo, 350 km ao norte de Goma. O piloto "errou na decolagem", afirmou o governador de Kivu do Norte, Carly Nzanzu Kasivita, em comunicado.

(Com AFP e DW)

24.nov.2019 - Resgatistas e civis atuam no local do acidente aéreo em Goma, na República Democrática do Congo - Fiston Mahamba/Reuters - Fiston Mahamba/Reuters
Equipes de resgate e civis atuam no local do acidente aéreo em Goma
Imagem: Fiston Mahamba/Reuters

Internacional