PUBLICIDADE
Topo

Família morre após carro pegar fogo na Austrália; pai é suspeito de crime

Hannah Baxter e Rowan Baxter estavam separados e discutiam a guarda dos filhos - Reprodução/Facebook
Hannah Baxter e Rowan Baxter estavam separados e discutiam a guarda dos filhos Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

19/02/2020 11h07Atualizada em 19/02/2020 12h04

Uma família de cinco pessoas morreu após o carro em que estavam pegar fogo em Brisbane, na Austrália. O pai, Rowan Baxter, de 42 anos, e os filhos Laianah, Aaliyah e Trey, com idades entre 3 e 6 anos, morreram no local. A mãe, Hannah Baxter, 31, chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.

Um homem que ajudou a socorrer a mulher também foi levado ao hospital com queimaduras no rosto.

De acordo com a imprensa australiana, a mãe teria saído do carro gritando que o pai das crianças havia jogado gasolina nela. O homem teria ainda dado facadas em si mesmo e abandonado o carro, mas morreu no local. A polícia ainda investiga como as mortes teriam ocorrido.

O casal estava separado desde o final do ano passado e discutia a guarda dos filhos.

Os bombeiros foram chamados por volta das 8h30 de quarta-feira (19h30 de terça-feira, no horário de Brasília), depois que moradores próximos de onde o carro foi incendiado ouviram uma série de explosões. Quando chegaram ao local, o veículo já estava em chamas.

Policiais disseram que Hannah estava ao volante e Rowan sentava no banco do passageiro. Os filhos do casal estavam no assento traseiro.

Rowan Baxter é um ex-jogador de rugby profissional, com passagem pelo Auckland's New Zealand Warriors, enquanto Hannah foi campeã de trampolim acrobático. Os dois eram donos de uma academia de ginástica.

O caso rapidamente ganhou repercussão na Austrália e várias pessoas deixaram flores e ursos de pelúcia em homenagem às vítimas no local do incidente, que permanecia isolado pela polícia.

Internacional