PUBLICIDADE
Topo

Promotoria antiterrorista investiga ataques na Alemanha; suspeito morre

Ataques a arma de fogo na Alemanha deixa mortos e feridos - REUTERS/Kai Pfaffenbach
Ataques a arma de fogo na Alemanha deixa mortos e feridos Imagem: REUTERS/Kai Pfaffenbach

Do UOL, em São Paulo

20/02/2020 06h37

A Promotoria antiterrorista da Alemanha anunciou hoje que assumiu a investigação dos dois ataques que deixaram pelo menos nove mortos ontem na cidade de Hanau, perto de Frankfurt, suspeitos de ter "motivação xenófoba", anunciou um porta-voz à AFP.

De acordo com fontes próximas à investigação, uma carta de confissão e um vídeo foram encontrados. Durante a madrugada, a polícia anunciou que encontrou morto o "provável autor" do crime, ao lado de outra pessoa que também estava morta.

O atirador atacou um bar de narguilé no centro de Hanau por volta das 22h de ontem, matando várias pessoas antes de seguir cerca de 2,5 km a oeste e abrir fogo novamente, fazendo mais vítimas.

Testemunhas e vídeos de vigilância do carro de fuga do suspeito levaram as autoridades rapidamente para sua casa, perto do local do segundo ataque, onde ele foi encontrado morto perto de sua mãe de 72 anos, disse Peter Beuth, ministro do Interior do estado de Hesse.

Um site que se acredita ser do suspeito está sendo avaliado, disse Beuth.

"A análise inicial da página do suspeito indica uma motivação xenofóbica", disse ele.

Ele disse que os promotores federais assumiram a investigação do crime e o estão tratando como um ato de terrorismo doméstico. "Este é um ataque à nossa sociedade livre e pacífica", disse.

Acredita-se que algumas das vítimas sejam turcas, e o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, disse que o consulado em Frankfurt e a embaixada em Berlim estão tentando obter informações sobre o ataque.

"De acordo com as informações iniciais, foi um ataque com motivo racista, mas precisaríamos esperar a declaração (oficial)", disse ele à televisão estatal TRT.

*Com informações das agências AFP e AP

Internacional