PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Reino Unido fecha academias e cinemas para evitar reuniões de pessoas

Metrô e circulação de ônibus da capital da Inglaterra já sofreram reduções  - Getty Images/iStockphoto
Metrô e circulação de ônibus da capital da Inglaterra já sofreram reduções Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

20/03/2020 10h53

O Reino Unido vai restringir o funcionamento de academias, bares, cinemas e restaurantes como parte dos esforços para evitar a propagação do coronavírus.

Os estabelecimentos comerciais de todas as regiões que compõem o Reino Unido. A medida passa a valer na noite de hoje. Os comércios fecham e não devem reabrir amanhã.

Segundo jornais britânicos, o primeiro-ministro Boris Johnson fez uma reunião hoje para decidir as medidas. O objetivo é que o sistema de saúde nacional não fique sobrecarregado com um aumento de casos da covid-19.

"Boris Johnson diz que bares, cafés fecharão hoje à noite e não abrirão amanhã. A medida se aplica a todo o Reino Unido".

Ainda há dúvida se as lojas serão fechadas neste primeiro momento ou só as consideradas como não essenciais para a população — ou seja, as que não sejam mercados, padarias ou farmácias. O secretário de Saúde, Matt Hancock, reforçou o pedido para que as pessoas evitem sair e fiquem em suas casas.

Londres concentra o maior número de casos oficiais da doença no Reino Unido. Dos 3.269 casos, 900 foram detectados na capital. Das 144 mortes por covid-19, 34 ocorreram em solo londrino.

Ontem, 40 estações do metrô foram fechadas para diminuir a circulação de pessoas. Também houve redução em frotas de ônibus na cidade.

Coronavírus