PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Metrô de Londres é parcialmente fechado para conter pandemia

Passageiros em metrô de Londres - Neil Hall/Reuters
Passageiros em metrô de Londres Imagem: Neil Hall/Reuters

Em Londres

19/03/2020 07h37

Dezenas de estações de metrô de Londres estão fechadas hoje, seguindo a recomendação do governo do primeiro-ministro Boris Johnson de evitar as viagens não essenciais para combater a pandemia de coronavírus, anunciou a Transport for London (TfL), que administra os transportes públicos na cidade.

"Até 40 estações de metrô que não têm conexões com outras linhas serão fechadas até novo aviso", anunciou a TfL.

A agência também vai suspender o serviço noturno de sexta-feira e sábado e pretende reduzir o número de ônibus.

A TfL pediu aos londrinos que utilizem o transporte público apenas por razões "indispensáveis" e que deixem o serviço reduzido para os funcionários essenciais na luta contra a covid-19.

"As pessoas não deveriam viajar (...) a menos que seja realmente, realmente necessário", afirmou o prefeito de Londres, Sadiq Khan.

Depois de recomendar que as pessoas evitem contatos ou viagens não essenciais e determinar o fechamento das escolas a partir de amanhã, Johnson não descartou outras medidas para tentar conter a pandemia, especialmente na capital, onde o novo coronavírus se propaga de maneira mais rápida que no restante do país.

O governo deve apresentar hoje à Câmara dos Comuns uma legislação de emergência que concede poderes extraordinários por um período de até dois anos, como a detenção e o isolamento de pessoas para proteger a saúde pública.

O ministério da Defesa também anunciou que mobilizou 20 mil militares para ajudar os serviços públicos.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Coronavírus