PUBLICIDADE
Topo

Após tentar fugir de isolamento, homem é condenado à prisão na China

Pandemia do novo coronavírus começou na China se espalhou pelo mundo - EPA
Pandemia do novo coronavírus começou na China se espalhou pelo mundo Imagem: EPA

Do UOL, em São Paulo

30/03/2020 07h58

Um homem de 31 anos foi condenado a três meses de prisão após fugir do auto isolamento determinado pela China por conta do novo coronavírus. Segundo o Departamento de Justiça de Hong Kong, ele falsificou o seu nome e endereço para tentar burlar as medidas restritivas.

O rapaz chegou em Hong Kong na noite de 8 de março, de acordo com informações da CNN. A regra vigente era de que todos os viajantes que chegassem por lá deveriam se isolar em um local específico e este deveria ser informado para o órgão de fiscalização.

Foi neste momento que o jovem deu informações falsas sobre o endereço em que ficaria durante a quarentena.

A condenação acontece duas semanas após o ocorrido e vem após o governo de Hong Kong anunciar que intensificaria as punições para quem violasse as ordens restritivas.

Cuidados básicos para se proteger do coronavírus:

Coronavírus