PUBLICIDADE
Topo

Na contramão de NY, Nova Orleans prende pessoas durante epidemia

Um morador de rua foi preso por se recusar a sair do lobby de um hotel - NurPhoto/NurPhoto via Getty Images
Um morador de rua foi preso por se recusar a sair do lobby de um hotel Imagem: NurPhoto/NurPhoto via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

01/04/2020 10h12

A polícia de Nova Orleans continua prendendo pessoas que cometeram pequenos delitos durante a epidemia de coronavírus.

A cidade já confirmou 1.834 casos e pelo menos 101 pessoas morreram de covid-19.

Defensores públicos da cidade relataram para o jornal de The Washington Post casos como o um homem que teria roubado uma garrafa de uísque de uma farmácia ou de um homem em situação de rua que se recusou a sair do lobby de um hotel que foram presos na semana passada.

A política carcerária de Nova Orleans destoa do que está sendo feito em outras grandes cidades do país.
Ontem, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, revelou que 900 prisioneiros com delitos leves e crimes não violentos seriam libertados das prisões da cidade.

Coronavírus