PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: 'Próxima semana será muito mais difícil', diz prefeito de NY

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio - Getty Images
O prefeito de Nova York, Bill de Blasio Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/04/2020 10h08

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse hoje que a próxima semana será "muito mais difícil" no que diz respeito ao combate à pandemia do novo coronavírus.

A cidade é o epicentro do surto mortal da covid-19 nos Estados Unidos, registrando quase 50 mil casos confirmados, incluindo 1.562 mortes, segundo o gabinete do prefeito.

O político disse que o próximo domingo (5) é o "dia D", data em que a cidade ficará sem ventiladores e que os profissionais da saúde vão se sentir realmente extenuados por causa dos esforços que têm feito contra a doença.

Ele prevê que na próxima segunda ou terça-feira cinco mil pessoas com covid-19 estarão entubadas em unidades de terapia intensiva "lutando por suas vidas".

"Esse é um número impressionante. Cada uma dessas pessoas precisará de um ventilador ", disse de Blasio à CNN.

O prefeito criticou o governo federal, dizendo que pediu mais médicos e profissionais de saúde há mais de uma semana, mas não teve resposta.

Ele pediu aos nova-iorquinos que usem coberturas para o rosto quando saírem ou estiverem perto de outras pessoas.

Coronavírus