PUBLICIDADE
Topo

Máfia da Itália está aproveitando quarentena para se infiltrar, diz polícia

Max Rossi/Reuters
Imagem: Max Rossi/Reuters

Do UOL, em São Paulo

07/04/2020 09h58

A polícia da Itália disse estar preocupada com organizações criminosas — a máfia — que se infiltram em setores de "necessidades básicas" da indústria e da sociedade sob pressão financeira por causa da quarentena em razão do novo coronavírus.

"O perigo é alto porque as organizações da máfia já começaram a investir em setores que ainda são essenciais durante o confinamento da covid-19: cadeia alimentar-agrícola, fornecimento de medicamentos e equipamentos médicos, transporte rodoviário, serviços funerários, limpeza, saneamento e resíduos", disse o chefe da polícia italiana, Franco Gabrielli.

Segundo Gabrielli, as organizações criminosas, em particular a "mais perigosa" delas, a Ndrangheta "poderiam financiar a crise de liquidez das grandes empresas, mas também das pequenas e médias empresas, que talvez não consigam pagar seus pagamentos devido ao lockdown".

Ao fim do bloqueio, as máfias poderiam ter "poluído a economia, controlando empresas que antes não eram infiltradas", alerta.

Coronavírus