PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Em colapso, asilos de NY deixam corpos de mortos por covid-19 em suas camas

Por falta de estrutura, asilos estão com dificuldades de retirar corpos de mortos por covid-19 - Arquivo pessoal
Por falta de estrutura, asilos estão com dificuldades de retirar corpos de mortos por covid-19 Imagem: Arquivo pessoal

Do UOL, em São Paulo

13/04/2020 19h49

Ao menos duas casas de repouso do Brooklyn, tradicional bairro de Nova York, nos Estados Unidos, registraram 90 mortes de idosos em função da pandemia de coronavírus. Segundo o jornal New York Post, a falta de espaço e recursos levou os asilos a deixarem os corpos em suas camas.

"Esses lugares não têm necrotérios", disse ao veículo uma enfermeira que trabalha no Centro de Reabilitação e Enfermagem do Brooklyn. "Eles (os idosos que morreram) eram colocados no andar de baixo, mas agora muitos são deixados em seus quartos. O que mais você pode fazer agora?", questionou.

A profissional de saúde também declarou que é triste fazer um atendimento, ou realizar uma coleta de sangue, de um idoso que está ao lado de uma cama com uma pessoa morta.

Outro funcionário do local, que também não teve o nome revelado, disse que ao menos 40 pacientes teriam morrido nas últimas três semanas em decorrência da covid-19.

Segundo o jornal, o Departamento de Saúde de Nova York divulgou o primeiro colapso em casas de repouso por causa do coronavírus, com 1.064 mortes registradas até ontem.

Coronavírus