PUBLICIDADE
Topo

Quase metade das mortes por covid-19 na Europa aconteceu em asilos, diz OMS

Luka Dakskobler/SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Imagem: Luka Dakskobler/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/04/2020 16h04Atualizada em 23/04/2020 17h51

Quase metade das mortes causadas pelo novo coronavírus na Europa foi registrada em asilos, segundo estimativas da OMS (Organização Mundial da Saúde). O dado foi divulgado hoje pelo diretor europeu da entidade, Hans Kluge, durante coletiva.

"Isso é uma tragédia humana inimaginável", lamentou Kluge, que também descreveu o cenário como "profundamente preocupante" e disse se tratar de um problema global.

Segundo o diretor, a pandemia evidenciou os pontos esquecidos e subvalorizados da sociedade. "Em toda a Europa, os asilos têm sido notoriamente negligenciados. Mas não deveria ser assim", avaliou.

Kluge ainda se referiu aos profissionais que trabalham nos asilos como "os heróis desconhecidos da pandemia" e alertou para uma necessidade "imediata e urgente" de se repensar e ajustar a forma como esses locais operam.

Coronavírus